06 maio 2017

Palestra Sobre Cooperativismo


A palestra do cooperativismo foi realizada no dia 06/05/2017, das 9h às 13h, na sede da Bibliocoop. A palestrante Fátima Araújo, é membro da cooperativa MACROCOOP, que em seu discurso infatizou e incentivou a prática da INTERCOOPERAÇÃO - cooperação entre as cooperativas.

"A palestra foi excelente. A instrutora nos incentivou bastante dando dicas para conseguirmos mais contratos, como também dicas de como fazer uma boa divulgação dos nossos serviços. Deu testemunho de vida sobre a criação de sua cooperativa, destacando que foi com muita luta e persistência". Comentou Marta Pimentel, Presidente da Bibliocoop.


Entre os pontos destacados pela palestrantes, foram citadas duas leis muito importante para as cooperativas.
A Lei Nacional do Cooperativismo 5764/73:


  • Art. 3º Celebram contrato de sociedade cooperativa as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir com bens ou serviços para o exercício de uma atividade econômica. de proveito comum, sem objetivo de lucro. 
  • Art. 4º As cooperativas são sociedades de pessoas, com forma e natureza jurídica próprias, de natureza civil, não sujeitas a falência, constituídas para prestar serviços aos associados.

  • E a Lei das Cooperativas de Trabalho 12690/2012:
    Do Capital Social
    • Art. 24. O capital social será subdividido em quotas-partes, cujo valor unitário não poderá ser superior ao maior salário mínimo vigente no País.
    • Art. 28. As cooperativas são obrigadas a constituir:
            I - Fundo de Reserva destinado a reparar perdas e atender ao desenvolvimento de suas

    atividades, constituído com 10% (dez por cento), pelo menos, das sobras líquidas do exercício;

            II - Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social, destinado a prestação de assistência aos associados, seus familiares e, quando previsto nos estatutos, aos empregados da cooperativa, constituído de 5% (cinco por cento), pelo menos, das sobras líquidas apuradas no exercício.

    Um conselho: Se você não tem o dom da partilhar (seja o que for), não tem comprometimento, não sabe trabalhar em equipe e nunca está disponível para colaborar com os outros, não faça parte de nenhuma cooperativa. Não dá para cruzar os braços e esperar os resultados caírem do céu nem em seu colo. Os esforços tem que ser originários de todas as vertentes.

    0 comentários:

    Postar um comentário