31 outubro 2015

Restaurar para a posteridade



O papel utilizado na confecção de livros, assim como dos documentos em geral, é sensível a agentes deteriorantes como umidade, pragas, calor, luminosidade e processos químicos como a acidez. A ação do homem, também provoca o desgaste e a deterioração de obras. No contato direto, sem cuidados protetivos e manuseio de maneira incorreta.

Por isso o objetivo da Oficina de Conservação, Preservação e Encadernação de Livros, “é formar multiplicadores, orientando quanto à preservação e conservação, através da adoção de medidas preventivas e ensinar procedimentos técnicos de restauração desses documentos”. Afirma a cooperada e facilitadora da oficina, Maria Gorete Muricy.

A pretensão é que os participantes ao término do curso, saiba identificar e solucionar problemas de preservação, conservação preventiva e restauração, respeitando as peculiaridades de cada situação que venha apresentar-se no ambiente de trabalho onde exista um acervo, ou em sua residência, caso a pessoa possua um acervo particular.
A cooperada Dalmariz Pugliese, também facilitadora da oficina, assegura que através dos procedimentos aplicados na oficina, os profissionais que trabalham em bibliotecas ou arquivos, saberão “evitar a degeneração do documento/livro, prolongando assim a sua vida útil, possibilitando desta forma o seu acesso por parte das futuras gerações”.

A oficina teve início ontem 30 de outubro, no turno da tarde e continuou hoje durante todo o dia. A oficina ainda se estenderá pelos dias, 07, 14 e 21 de novembro. No próximo post sobre a oficina, pretendemos trazer as impressões dos participantes, que são profissionais bibliotecários e estudantes de biblioteconomia, sobre a importância da oficina e as perspectivas de cada um ao final do curso.

2 comentários:

  1. Trabalho excelente da Oficina de Conservação, Preservação e Encadernação de Livros, próximo evento faço questão de participar. Facilitadoras Dalmariz e Gorete estão de parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Essa é a ideia, Jane. Afinal, a formação continuada é também para todos os cooperados.

    ResponderExcluir